quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Muro da Vergonha 30

Tribunal de Justiça-SP

Quem passa por aqui com frequência já sabe que nós acompanhamos com atenção o caso do Excelintíssimo Senhor Promotor Thales Ferri Schoedl, que matou um rapaz e feriu outro. Pois ontem ele foi ABSOLVIDO, com a unanimidade dos 23 votos dos Excelentíssimos Senhores Desembargadores do órgão especial do TJ/SP, que acreditaram que os 15 tiros disparados pelo Excelintíssimo Senhor Promotor Thales Ferri Schoedl foram em legítima defesa. É, todos os 15... Pronto, agora ele já pode voltar a desempenhar a função de Promotor né?!?!


Postagens antigas aqui e aqui.

4 comentários:

  1. Enquanto isso, no TJ do Piauí, todos os desembargadores consideraram que o arsenal encontrado na casa do juiz de Curimatá, incluindo uma 9mm de uso exclusivo do Exército, configuraram crime e todos os procedimentos da prisão foram legais. É o primeiro juiz preso no Piauí. Enquanto isso, em São Paulo...

    ResponderExcluir
  2. Bota um confissões inconfessáveis que ja ta fazendo falta :)
    Di

    ResponderExcluir
  3. mas a justiça e cega.... mas bem que dá valr a um cheirinho de dolar!
    Vergonha!

    ResponderExcluir